26 ago 2016

Escolha.

índiceEscolha dura para uma vida mais suave, sem o grande entrave que agora vai existir somente dentro de um passado um tanto amargo, onde a escolha não podia ser feita por imaturidade do medo que parecia maior que a escolha – e esta, antes de ser feita, seguia abrindo ainda mais a ferida a cada lembrança da iminência da mudança que podia alterar uma vida que nem sei se era vivida, e a escolha que depois de feita, absorvida, faz as horas mais leves assim como minha costas suaves e prontas para a próxima.

É tanto pra falar do mundo, que arranha com a saliva que tenta descer. E toda a gente que não aceita de forma alguma que não está bem. Tento a abrir meu coração, bastante e sem critérios.

A intensidade com que vivo, não se resume num texto, mas ameniza a “bordoada” de emoções que carrego comigo.

Prazer, Dani Munhoz, vulgo Gigi.

Você também pode gostar de:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!