15 jun 2017

Diga!

14517548_10210266358672592_7262940245598858816_nSempre diga o que vc pensa e sente para as pessoas, o que elas fazem da informação é problema delas.

O que importa é você fazer o que o seu coração quer.

Hoje em dia tudo se resume em joguinhos de quem sente menos, mas na verdade todos sentimos e sentimos muito.

A pessoa pode não merecer aquele sentimento ou aquela preocupação, mas acredite que as vezes as palavras sinceras de carinho podem fazer ela repensar como ela esta agindo com ela e com terceiros .

Sentimento existe, porém hoje não é mais dito.

Algo lindo que está perdendo o encanto a cada dia que passa, algo maravilhoso sendo deixado de viver.

Todos assistem a filmes românticos, sonham com o amor perfeito, falam sobre como é difícil encontrar alguém que sinta alguma coisa, que rompa barreiras, porém quando encontram desistem com facilidade ou até fingem não sentir.

Se privar de sentir algo é triste demais, gostoso é sentir o coração na boca, sentir o perfume da pessoa mesmo ela não estando por perto, lembrar dos momentos e sorrir na rua, saber que sente algo é lindo.

A reciprocidade pode não existir, mas pelo menos você fez a sua parte.

Aprendi que, pessoas são matemáticas, elas só dão o que tem, se elas tem carinho elas dão carinho, se elas tem amor elas darão amor, mas quando a pessoa não tem ela provavelmente não conseguirá dar.

Quando se tem ódio, dará ódio, então vamos dar amor às pessoas, mesmo que elas não estejam merecendo, pois assim, um dia ela irá conseguir transmitir isso.

Lembre sempre que, quem sofre mais com tudo é quem machuca e não quem é machucado.

Ficar triste faz parte, para o crescimento e o aprendizado, nunca deixe de demonstrar o que sente, talvez assim seu grande amor apareça, ou talvez a pessoa que esteve ao seu lado sempre se lembre do quão especial você é!

Acredite, sinta e viva, um dia verá que valeu a pena.

15 abr 2016

Pensamentos da Prinup: O Término

11703318_10206931695908107_377855173398693061_nMudanças são sempre difíceis, sair da zona de conforto é complicado, e muito!

Porém chega uma hora na vida da gente que, ou sofremos um pouco no começo ou passamos o resto da vida infelizes.

Quando se namora muito tempo o mesmo alguém, cria-se um comodismo grande, pois sabe-se que a pessoa estará ali todos os finais de semana e também é provável saber o que vai ser feito, sem surpresas, sem mudanças (pelo menos no meu caso foi assim).

Mas, aquilo começou a me incomodar de uma maneira gigantesca, eu queria sair, queria conhecer pessoas novas, conhecer novos lugares, novas comidas… Enfim! Ficar em casa nunca foi a minha praia.

Alguém pode se perguntar, você não amava seu namorado?

E eu respondo, eu gosto muito dele, ele é uma ótima pessoa, mas não para estar no cargo “meu namorado”. Eu sou uma pessoa muito chata em relação a namoro, não suporto que a pessoa mande em mim, nem que fale que determinadas coisas não combinam comigo ~sobre questionamento de estilo~ a pessoa que eu idealizo em um namoro é aquela que curte seu estilo, sai com você e com os seus amigos, tem muitas coisas em comum e acima de tudo, tem que rolar a química.

Rolou química, a gente ia no cinema todos os fins de semana, as vezes comíamos fora.

Mas isso já não dava mais para mim, as coisas começaram a me sufocar. Começamos a namorar quando estávamos nos tornando adultos, e passamos por várias fases e cada um mudou para um lado.

As idéias não batiam mais, os amigos não eram em comum, nem as comidas e muito menos os hobbies.

Para manter um relacionamento assim, tem que ser muito guerreiro, e eu não sou uma pessoa assim. Eu quando me distancio da pessoa, deixo de gostar e assim não quero mais me relacionar com ela.

Aí entra a parte do término, eu poderia estar la, tendo altas discussões nos finais de semana, depois indo ao cinema e voltando para a minha casa.

Mas eu resolvi que não era isso que eu queria para a minha vida, eu queria voar! E sabe de uma coisa? Deu super certo!

Foi complicado no começo, pois a gente fica mesmo pensando se fez a coisa certa. Mas sinceramente? Se você não der o primeiro passo, nunca vai aprender a correr.

Tive que me readaptar a várias coisas, uma delas é que agora eu estou me esforçando mais em dirigir, pois eu sempre tive o comodismo de alguém dirigir pra mim.

Mas estou me sentindo mais livre, mais leve, e sim! Muito mais feliz.

Agora com novas responsabilidades, novos lugares para ir, novas companhias e muita risada.

Não tenho aquela “obrigação” com ninguém (na parte afetiva), posso sair sem medo de conhecer novas pessoas e talvez sentir um desejo de me relacionar com elas, mesmo que isso não se torne real.

Aprendi, que não podemos ver um fim de relacionamento como um término, mas sim como um recomeço de uma nova vida.

Novos ideais estão por vir, novas amizades, novas pessoas e quem sabe novos companheiros? Por que não?

Porém nem tudo são flores, não é mesmo?

Junto com todas essas coisas maravilhosas de se estar livre, vem a cobrança da família, as vezes o antigo parceiro não entende e começa a te perseguir, para ver se você terminou para estar com outra pessoa e isso é chato, viu?

Independente do lado que você estava quando o relacionamento acabou, os dois tiveram culpa nisso, pois um relacionamento é feito a DOIS!

Então poupe seu ex parceiro das coisas ruins que você gostaria de ser poupado, se ele esta com outra pessoa ou não isso não lhe diz mais respeito, OK?

Se tinha algo que você poderia ter feito, era quando estavam juntos. Agora sinto informar mas não adianta mais. Se o relacionamento acabou, acabou!

Sofra, passe noites no Netflix, coma 50 quilos de chocolate, ligue para a amiga, chore até o olho inchar a ponto de não abrir, faça o que for! Mas deixe a pessoa em paz.

Se ele (ela) terminou é por que não te quer mais #aceitaquedoimenos.

E se você ficar perseguindo a pessoa em redes sociais, é pedir para sofrer mais!

Ela está feliz, e você deve estar sofrendo. Uma dica: Saia do comodismo da sua vida e VIVA!

Sai tomar uma cerveja, ande no parque, vai pra balada (mesmo que seja sozinho). Depois que você aprende a ser sozinho, tudo se torna mais fácil 😉

E digo mais uma vez, não veja as coisas que acontecem na sua vida como um término, e sim como um RECOMEÇO.

Espero que tenham gostado!10952410_10205571942995134_5613657310413291991_n

Avec Amour

Prinup

Última