20 jan 2016

Brechó Amado e a Sustentabilidade!

O ano passado eu e minha amiga Lais Rodrigues, dona do Brechó Amado fizemos um vídeo/discussão sobre sustentabilidade e consumo, e com a correria acabei esquecendo de postar aqui.

Então aqui está o vídeo!

Espero muito que vocês gostem, ah eu olho para o celular para lembrar os tópicos.

Vale super a pena conhecer o Brechó, vou colocar algumas fotos para vocês terem mais vontade ainda de conhecer essa lindeza!

12565641_938697186185859_7670946545859168410_n 12494984_784524761675563_3482038248962706168_n 12552665_938698522852392_9194177527691507687_n 12524004_939123162809928_2940957604300603323_n 12438980_784524595008913_1544262409063516454_n 12509722_938728446182733_6073711844505738546_n 12495209_937367586318819_5674400892060926108_n

 

Ou se preferirem ver no Youtube o link está AQUI!

O brechó agora está em Sorocaba! uhuuuu

Rua 13 de Maio, 12 – Centro de Sorocaba.

Não se esqueçam de curtir o vídeo e se inscrever no canal!

Bjinhossss

 

 

17 nov 2015

Look: Brechó é demais <3

Olá pessoas lindas do meu <3

Hoje eu vim mostrar para vocês como da para se vestir bem gastando pouco!

Recentemente eu conheci um brechó em Sorocaba chamado Casaqueto e lá tem muitas peças lindas e com os preços mais lindos ainda.

Eu sempre via as fotos no face mas achava que ele ficava longe, mas ai eu descobri que é no Centro da cidade e não da nem dez minutos de distancia do meu trabalho.

Lógico que eu fui correndo né! De inicio eu tinha gostado de uma camisa mas chegando la vi que tinha muito mais, e ai enlouqueci.20151114_203935Eu fui até o brechó pela camisa, mas minha compra preferida foi este vestido super vintage e fofo!

Amei tudo nele, cor, detalhes, caimento, comprimento e acima de tudo é uma peça única! <3

E ai para completar o look eu usei meu Oxford que também é de um brechó! Essa boniteza é do Brechó Amado, da minha amiga Laís Rodrigues! 20151114_203943O pé do namorado entrou junto na dança com o intuito de ficar fofinho hahahah.

E é muito engraçado quando eu uso esse Oxford pois todo mundo pergunta onde eu comprei e ai quando eu conto que foi em um brechó as pessoas se assustam, e ai eu faço questão de explicar a elas que os Brechós estão bem mudados, e que elas deveriam visitar e dar uma chance para eles, pois elas vão encontrar peças lindas, com preço bem camarada! 20151114_203904Eu usei o look para ir ao cinema com o meu momozi (sim eu chamo ele assim…). E no dia estava tendo uma exposição dos carros da policia e tinha desde os primeiros até os mais recentes, e eu achei um lugar bem legal para combinar com meu look rs.20151114_203933Como meu vestido e meu sapato são de Brechó eu faço questão de contar para vocês o valor que eu paguei neles, justamente para instigar quem nunca foi a um brechó a ir, e se divertir com as lindezas que irá encontrar!

O vestido foi 40 dinheirinhos e o sapato 25 dinheirinhos, eu achei um valor super em conta por um look tão amorzinho. (e que ninguém tem igual hehe)20151114_204105 20151114_204102Os acessórios como sempre são da Pistache, porém a tiara de flores é da Forever 21.20151114_204018 20151114_204106 20151114_204155Não sei o por que de eu sempre tirar fotos com o pé levantado…20151114_204157 20151114_210750 20151114_210757Eu sei que saio com cara de torta em algumas das fotos, mas se vocês me conhecerem um dia vai ver que é a realidade e que eu faço muitas caras e bocas para falar (descobri isso pelo snapchat, que por sinal quem quiser me seguir é Prinup mesmo hehe).

Eu espero muito que vocês tenham gostado do post e que estejam inspiradas a conhecer um novo brechó, vou deixar a página dos dois que eu compro para vocês conhecerem.

Casaqueto —> Casaqueto

Brechó Amado —> Brechó Amado

Assim vocês conseguem ver melhor as peças disponíveis!

Um grande Beijo e muito obrigada pela visita <3

11 ago 2015

Documentário: The True Cost

Estou um pouco sumida do Blog, fiz uma cirurgia no nariz e com isso precisei ficar de molho, porém a partir disso tive tempo de assistir filmes e documentários, e um deles me chamou muito a atenção que foi esse, e ele fala sobre MODA.

maxresdefaultEste documentário necessariamente fala sobre o que aconteceu com a moda depois dos Fast Fashion, sobre o consumo desenfreado e também sobre o que acontece com as pessoas e com o meio ambiente.

Antigamente existiam apenas 2 coleções de roupas por ano, as de primavera/verão e as de outono/inverno, mas hoje as grandes lojas de departamento costumam ter me média 52 mini coleções por ano.

Assim as roupas se renovam a cada  semana e com isso o consumo sobre elas aumenta.

No documentário eles falam muito sobre as condições de trabalho de quem faz essas roupas, pois com o passar dos anos o preço das roupas diminiui bastante mas o custo não.

Então como eles conseguem vender a roupa com o preço tão baixo? Pois eles economizam muito com mão de obra, utilizando-se de trabalho escravo.Porém eles abordam este tema de uma forma diferente, eles mostram realmente o que acontece, não é só aqueles filmes que mostram a fábrica. Eles entrevistam os trabalhadores e vão além das fábricas, começam de onde tudo inicia.cotton field in contrast with blue skyTudo começa na fabricação do algodão, muitas pessoas não pensam de onde vem a fibra que é utilizada para fazer os tecidos, e nem que neles tem muito agrotóxico, eles abordam que hoje em dia a preocupação com alimentos orgânicos está cada vez maior, mas você já parou pra pensar de onde vem o tecido que esta em contato com a sua pele?

A Moda é a segunda Indústria mais poluente na Terra, temos que pensar o que o produto causou ao meio ambiente até chegar as vitrines, quais as condições ele esteve? Quanto ele realmente custa?

Você já viu como é feito a curtição e o tingimento do Couro que contém nas suas roupas e acessórios?Disater_3322467aMuita água e solo é poluído e com isso, muitas pessoas morrem com doenças causadas pelo consumo desenfreado da Moda. Te pergunto novamente, a que custo?the-true-cost-livia-firth-still-vogue-1-28may15-pr_b Hoje achamos o máximo aquela blusinha por 10 reais, mas não pensamos em como eles conseguiram vender por aquele preço, ah mas não tem problema né?! Tá barato e eu vou levar logo umas 4.

E é realmente isso que eles querem, o consumo, pois hoje aprendemos que pra ser feliz é necessário consumir.

A apenas duas décadas a necessidade era outra, as pessoas se preocupavam em comprar casas, carros e bens duráves, hoje as pessoas estão preocupadas com a roupa que vão pra balada na próxima semana e que não podem repetir, e é com isso que a grande cadeia ganha.

Temos que aprender a comprar roupas por necessidade e não por desejo, pare e pense quantas roupas você tem que nunca se quer usou? Ou até mesmo usou uma unica vez e não quer repetir?

Por que na hora de comprar uma roupa as pessoas não pensam na usabilidade daquela peça, em como ela foi feita, e quanto tempo ela vai durar? Por que elas estão preocupadas com o consumo, pois é barato se vestir diferente todos os dias. E eu admito, sim eu também gosto.

Mas esta na hora de abrirmos os olhos para tudo o que estamos fazendo, por acaso você sabe o que acontece com aquela roupa que você não usa mais? Onde ela vai parar depois de jogada no lixo? Quanto tempo ela leva para se decompor, e os danos causados ao meio ambiente desde o tempo da fabricação até o tempo de decomposição? Será que compensou você ter comprado ela? Landfill Temos sempre que pensar: Este preço, a que custo?

Será que realmente você precisa daquilo?

Será que este produto foi feito em condições de trabalho boas?

Temos que pensar nesses trabalhadores como se fossem nossos filhos, irmãos e amigos, você teria coragem de comprar se você visse as condições que são feitas as peças?

Não podemos fechar os olhos para essas barbaridades que estão acontecendo e que estamos pagado por elas.

Pense sempre antes de comprar aquela roupa no site chinês por apenas míseros dólares, você pode estar até falando que não liga pro trabalho escravo, mas saiba que onde existe trabalho escravo não existem condições de trabalho e logo o tecido que você vai vestir pode ter passado por lugares imundos e por mais que você lave pode conter produtos químicos reagentes com a pele.

E além de tudo dê valor ao trabalho nacional, a aquela costureira do seu bairro, veja sempre quanto custa o metro de tecido e pense como as pessoas conseguem vender a roupa tão barato? Se todos fizesses essas perguntas, nós não estaríamos presenciando tanta crueldade com as pessoas de países pobres que vivem em condições horríveis para sustentar o nosso luxo do consumo.

Temos que ver mais trabalhos criativos do que mão de obra, pense que com o consumo desenfreado você deixa cada vez mais os exploradores poderosos e os trabalhadores escravizados.

landscape-1432924356-hbz-the-true-cost-indexAntes de consumir apenas pense, e se tiver oportunidade assista a esse documentário, pois ele é bem completo e interessante.

Eu assisti no NetFlix e ele tem 1 hora e 20 de duração.

Espero muito que vocês assistam e comecem a se preocupar mais com tudo.

E também espero muito que tenham gostado do post, agradeço a visita =D

Bjinhossss